Juros rotativos do cartão de crédito aumentaram no segundo semestre

Juros mais caros podem chegar até 400% ao ano!

Mesmo com os picos da taxa Selic chegando ao fim, não há grandes expectativas de diminuição de juros para o consumidor.

 

Nadando contra a maré, os juros rotativos do cartão de crédito não demonstram sinais de desaceleração. Muito pelo contrário. Segundo o Banco Central, o juros

 médio total cobrado pelos bancos disparou 8,8 pontos percentuais em outubro na comparação mensal.

 

De acordo com o portal Seu Dinheiro, na transição de setembro para outubro, a taxa passou de 390,7% para quase 400% ao ano, exatos 399,5%.

 

Como ponto positivo, quando se trata de parcelamento no cartão de crédito, vê-se que o juros cedeu no mês e recuou de 185,6% para 184,5% ao ano.

 

Agora, quando é considerado o juros

 total do cartão de crédito, levando em conta ambas as operações, do rotativo e do parcelado, é possível notar um avanço na taxa, que vai de 89,8% para 95%.

 

Mesmo que o rotativo do cartão seja uma modalidade de crédito emergencial cara, assim como o cheque especial, ele ainda é um recurso extremamente acessado pela população em momentos de dificuldades e instabilidade financeira.